O Flautista de Hamelin



Hamelin é uma cidade que enfrenta uma terrível infestação de ratos. Após várias tentativas de exterminá-los, sua última esperança é um estranho Flautista, que promete livrar a cidade da praga.

O espetáculo é indicado para crianças a partir de 4 anos.




O Flautista de Hamelin é o mais novo espetáculo teatral do grupo formado pelos atores e músicos Marcelo e Paula Zurawski, ganhadores do Prêmio APCA 2004 de melhores autores de teatro infantil por Rapunzel. A história, baseada num fato provavelmente ocorrido em 1284, se passa em Hamelin, na Alemanha. Uma terrível invasão de ratos assolava a cidade, deixando o povo desesperado. Quando todas as tentativas de acabar com a praga parecem frustradas, surge um personagem estranho e misterioso – um Flautista – que promete livrar Hamelin dos ratos mediante o pagamento de certa soma em dinheiro. Ele cumpre sua promessa, mas quando volta para receber seu pagamento, é ridicularizado e enganado pelas autoridades. O Flautista, então, decide vingar-se de Hamelin, tirando da cidade seu bem mais precioso.

A história do Flautista de Hamelin tem sido contada de diferentes maneiras ao longo dos anos. Talvez sua versão mais famosa seja a de Robert Browning – The Pied Piper of Hamelin, em versos, publicada em 1842.

Como em suas montagens anteriores (O Macaco Simão, A Terra dos Meninos Pelados e Rapunzel), o Grupo Furunfunfum assina a concepção e a direção do espetáculo, bem como a criação da música - executada ao vivo. Marcelo Zurawski, que interpreta o Flautista, toca realmente o instrumento, o que promete muita emoção e encantamento para o novo espetáculo. Os cenários e figurinos são de Sílvia Gandolfi e Naná Lavander, esta última também responsável pelos bonecos e adereços usados na montagem.

Além disso, o Furunfunfum promete um final surpreendente para o Flautista de Hamelin.


Ficha Técnica:

Concepção, atuação e direção:
Marcelo Zurawski e Paula Zurawski

Música:
Marcelo Zurawski e Paula Zurawski

Cenários e figurinos:
Silvia Gandolfi e Naná Lavander

Bonecos, adereços e maquiagem:
Naná Lavander

Apoio:
Instituto Alfa de Cultura – Teatro Alfa



Voltar